quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

Motor TwinAir, da Fiat Powertrain, recebe prêmio Paul Pietsch no Die Besten Autos 2011

O motor bicilídrico TwinAir, lançado no Salão de Genebra em março de 2010, acaba de ganhar o Paul Pietsch Award do Die Besten Autos 2011. Aldo Marangoni, vice-presidente de Engenharia de Produto da Fiat Powertrain, recebeu a premiação em uma cerimônia realizada em Stuttgart (Alemanha). Os vencedores do prêmio Paul Pietsch, que possui este nome em homenagem ao piloto e cofundador da revista alemã "Auto Motor und Sport”, são selecionados anualmente por um júri composto pelos jornalistas desta publicação, seus leitores e editores de outras 23 revistas em todo o mundo. Desde 1989, o a premiação reconhece os desenvolvimentos tecnológicos mais inovadores do setor automotivo. Para concorrer, a nova tecnologia já deve estar em produção. O TwinAir equipa inicialmente o Fiat 500. Graças a consumo e emissões reduzidas, este motor permitiu a Fiat alcançar um importante resultado: ser a marca líder com os níveis de CO2 mais baixos entre todas as montadoras full-liner (123,5 g/km, segundo os últimos dados da Jato Dynamics), mantendo elevado fun to drive. O propulsor a gasolina de 875cm3, possui potência máxima de 85cv e consome 4,1 litros de combustível a cada 100 quilômetros, com apenas 95g/km de CO2 emitidos. Para reduzir de maneira substancial consumo e emissões, assegurando o máximo prazer em dirigir, o TwinAir possui arquitetura de apenas dois cilindros, extrema expressão do conceito de downsizing. Além disso, conta com o MultiAir, inovador sistema eletro-hidráulico de acionamento das válvulas, desenvolvido pela Fiat Powertrain, que permite um controle dinâmico e direto do ar admitido pelo motor, controlando também indiretamente a combustão, cilindro a cilindro e ciclo a ciclo. Finalmente, o TwinAir utiliza um turbocompressor que assegura valores de potência e torque comparáveis aos oferecidos por propulsores de quatro cilindros.

Um comentário: